Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,90 3,90
EURO 4,42 4,42

TJSP homenageia desembargador Paulo Dimas em sua despedida da Magistratura

Ex-presidente da Corte paulista assumirá secretaria de Estado.           O Tribunal de Justiça de São Paulo despediu-se hoje (5) do desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, que recebeu homenagens do 4º Grupo de Câmaras de Direito Público (composto pela 8ª e 9ª Câmaras) em virtude de sua aposentadoria. Presidente da Corte paulista no biênio 2016/2017, Paulo Dimas irá compor a equipe do governador eleito João Dória, assumindo o posto de secretário de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania.         O vice-presidente do TJSP, desembargador Artur Marques da Silva Filho, representando o presidente Manoel de Queiroz Pereira Calças, compareceu à despedida, bem como os presidentes de Seção, desembargadores Getúlio Evaristo dos Santos Neto (Direito Público), Gastão Toledo de Campos Mello Filho (Direito Privado) e Fernando Antonio Torres Garcia (Direito Criminal).         “Paulo Dimas soube como ninguém trazer o convívio democrático para o seio da Magistratura”, disse o vice-presidente. Artur Marques relatou sua grande estima e admiração, relembrando casos da carreira do homenageado e o tom conciliador com que conduzia as mais persas situações. “Agora, ele terá a oportunidade de mostrar esta sua vocação no plano dos direitos humanos e da garantia dos direitos fundamentais do cidadão.”         O presidente da 8ª Câmara de Direito Público, desembargador Carlos Otávio Bandeira Lins, exaltou a empatia de Paulo Dimas com o jurisdicionado menos favorecido. “A primeira vez que ele visitou meu gabinete foi em razão de um caso de aposentadoria de servidor, que possuía baixíssima remuneração, o que imediatamente lhe despertou preocupação”, contou Bandeira Lins. “Essa preocupação com os mais fracos é a lição que Vossa Excelência deixa para todos nós.”         Paulo Dimas agradeceu os elogios e demonstrações de carinho. Muito emocionado, relembrou o início na carreira do Ministério Público e, posteriormente, da Magistratura paulista. Em seguida, falou dos novos desafios que o aguardam como secretário de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania. “Vou representar nossa Magistratura, bem como a advocacia, a defensoria pública e fazer com que todos os setores integrados trabalhem para que a nossa Justiça se fortaleça”, afirmou o futuro secretário. “A injustiça é a raiz perversa das mazelas humanas”, declarou. Paulo Dimas exaltou a atuação dos magistrados e atentou para a necessidade de aproximar o Judiciário ainda mais do jurisdicionado. “Nossos juízes enfrentam desafios todos os dias anonimamente, mas o bem que é feito não tem eco. Temos que nos comunicar melhor com a sociedade e dizer quem somos e a que viemos”. Mais uma vez muito emocionado, o ex-presidente do TJSP relembrou o trabalho anônimo e silencioso dos quase 50 mil funcionários do Judiciário paulista. “É a essas pessoas que eu quero agradecer hoje. Todos os dias, eu só tenho a dizer ‘muito obrigado’”.         Também fizeram uso da palavra os integrantes da 8ª Câmara de Direito Público: desembargadores Leonel Carlos da Costa, Antonio Celso Campos de Oliveira Faria, José Maria Câmara Júnior e o juiz substituto em 2º grau José da Ponte Neto; o desembargador presidente da 9ª Câmara de Direito Público, Oswaldo Luiz Palu; o desembargador da 12ª Câmara de Direito Público, José Manoel Ribeiro de Paula; o desembargador da 22ª Câmara de Direito Privado, Roberto Nussinkis Mac Cracken; o desembargador aposentado e ex-secretário de Estado da Justiça, Aloísio de Toledo César; e a subprocuradora-geral de Justiça de Integração e Relações Internas, Lídia Helena Ferreira da Costa Passos, representando o procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo.         Trajetória – Paulo Dimas de Bellis Mascaretti nasceu na capital paulista em 11 de maio de 1955. Formou-se no ano de 1977 pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Trabalhou como promotor de Justiça de 1979 a 1982. Em 1983, ingressou na Magistratura como juiz substituto da 1ª Circunscrição Judiciária, com sede em Santos. Judicou, também, nas comarcas de São Luiz do Paraitinga, Itanhaém e São Paulo. Assumiu o cargo de desembargador do TJSP em 2005. Foi eleito para integrar o Órgão Especial em 2012 e reeleito em 2014. Foi presidente do TJSP no biênio 2016/2017.         Estiveram ainda presentes à homenagem os desembargadores integrantes da 9ª Câmara de Direito Público: Jeferson Moreira de Carvalho, Carlos Eduardo Pachi e João Batista Morato Rebouças de Carvalho; os desembargadores Paulo Magalhães da Costa Coelho, Wanderley José Federighi, Hermann Herschander e Sérgio Rui da Fonseca; os juízes substitutos em 2º grau Alexandre Carvalho e Silva de Almeida e Ivana David; a defensora pública integrante do Núcleo Especializado de Segunda Instância da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, Maíra Tasso, representando o defensor público-geral; o diretor-secretário da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), juiz Ademir Modesto de Souza, representando o presidente; os juízes que compuseram a Assessoria da Presidência do TJSP no biênio 2016/2017: Ana Paula Sampaio de Queiroz Bandeira Lins, Fábio Eduardo Basso, Fernando Awensztern Pavlovsky, Francisco Carlos Inouye Shintate, José Eduardo Marcondes Machado, Sylvio Ribeiro de Souza Neto e Tom Alexandre Brandão; a juíza Deborah Ciocci; o chefe da Assessoria Policial Militar do TJSP, coronel PM Sérgio Ricardo Moretti; demais colegas magistrados, advogados e servidores.         Mais fotos no Flickr.         Comunicação Social – DM (texto) / RS (vídeo) / AC (fotos)         imprensatj@tjsp.jus.br
05/12/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia